A Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) informou que todas as obras realizadas pela Companhia de Gás de Minas Gerais (Gasmig), empresa responsável pela implatação de tubulação de gás na capital, estão suspensas. Conforme o Executivo, dentre outros problemas, a Gasmig estaria usando produtos de baixa qualidade na recomposição do pavimento.
 
A decisão foi tomada nesta semana durante reunião entre as duas partes. Conforme a Secretaria de Serviços Urbanos da PBH, moradores dos bairros Belvedere, Lourdes e Sion, na região Centro-Sul, e do bairro Buritis, região Oeste, reclamaram de problemas de pavimentação após obras feitas pela Gasmig.
 
Técnicos da PBH foram aos locais listados e constataram que o material usado era ruim, o que estaria provocando outros problemas, como buracos nas vias. Por isso, a prefeitura suspendeu as obras e informou que só irá licenciar novos empreendimentos depois que a empresa fizer todos os reparos solicitados.
 
Ficou determinado, também, que após a recomposição do pavimento a Gasmig terá que apresentar um cronograma com todas as obras previstas para 2015. A prefeitura irá analisar o documento e definir os dias e horários das obras. A Secretaria de Serviços Urbanos frisou que a PBH não é contrária as obras, mas elas deve ser feitas sem causar transtornos para pedestres, para o trânsito e para os moradores.
 
A Gasmig ainda não se posicionou sobre o caso.