Um médico pediatra de 34 anos foi preso em flagrante por lesão corporal e embriaguez ao volante após bater uma BMW XI na traseira de uma moto. Com a colisão, o piloto de 20 anos e o garupeiro, de 17 anos, ficaram feridos e sofreram fraturas expostas nas pernas e tornozelos. O acidente aconteceu nesta quinta-feira (8) na avenida do Contorno esquina com rua Cláudio Manoel, na região Centro-Sul de Belo Horizonte.

Aos militares, o médico confessou ter ingerido "várias cervejas", mas se recusou a soprar o bafômetro que poderia constatar a embriaguez. Ainda conforme o Boletim de Ocorrência registrado pela PM, o pediatra apresentava outros sintomas de estar alcoolizado, como olhos vermelhos, hálito etílico e andar cambaleante. Testemunhas contaram, ainda, que o médico estava em alta velocidade.

Ele foi levado para o Departamento Estadual de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG), onde a ocorrência foi registrada. Já as duas vítimas foram socorridas e encaminhadas para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII, onde serão submetidas a cirurgia.

O caso será investigado pela Polícia Civil.