Um pedreiro que estuprou e engravidou duas enteadas foi preso em Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte, nesta quarta-feira (4).  Ismar Gonçalves de Oliveira, de 56 anos, foi apresentado pela Polícia Civil (PC) nesta tarde e as investigações comprovaram que os abusos sexuais praticados por ele tiveram início quando as vítimas tinham 8 e 10 anos. Além disso, foi descoberto que as duas sofriam ameaças do padrasto para não contarem à mãe sobre os constantes crimes.
 
Segundo a PC, a gestação das meninas ocorreu em 2010, quando elas tinham 12 e 13 anos. Após consulta médica, as adolescentes foram encaminhadas ao Conselho Tutelar, que direcionou o caso à Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher de Betim. Na data, as irmãs chegaram a revelar que vinham sendo abusadas sexualmente pelo pedreiro, mas ele conseguiu fugiu. Desde então, a  delegada responsável pelas investigações, Ariadne Elloise Coelho, pediu a prisão preventiva de Oliveira, que foi decretada pelo juiz da 1ª Vara Criminal da Comarca de Betim. Ele foi detido assim que voltou para a cidade.
 
Depois de apresentado, Oliveira foi indiciado e encaminhado para o Centro de Remanejamento do Sistema Prisional (Ceresp) de Betim. (*Com PC)