Uma brincadeira de mau gosto que tomou conta das redes sociais nesta semana vai levar milhares de brasileiros a ficar pelos próximos dois meses com "Ifood" no lugar do sobrenome em seus perfis no Facebook. A "pegadinha" dizia que quem o fizesse ganharia três cupons de desconto no aplicativo de delivery no valor de R$ 42 cada. Entretanto, nada acontece e, quando a pessoa tenta alterar o nome de volta, é avisado que isso só pode ser feito dentro de 60 dias. 

O primeiro registro da brincadeira na rede social foi na tarde de domingo (5). A publicação foi compartilhada por mais de 2.200 pessoas em cinco dias e, rapidamente, milhares de pessoas com o nome do aplicativo de delivery já podiam ser encontradas em todo o Brasil. 

No texto, era informado que, para ganhar os cupons de "colaborador", a pessoa deveria ir até as configurações do aplicativo do Ifood e apagar os dados de memória e cachê. Em seguida, os interessados deveriam trocar o sobrenome pelo nome da marca, fazendo o login no aplicativo de alimentos usando o Facebook. A mensagem terminava falando que, após receber os valores, bastaria retornar à rede social e corrigir o nome. 

O Hoje em Dia conversou com uma moradora de Belo Horizonte de 31 anos, que caiu na pegadinha e não quis ser identificada. Ela conta que viu uma conhecida compartilhando a postagem dizendo que com ela teria funcionado. "Eu mudei o nome no Facebook e depois entrei novamente no Ifood, mas tudo continuou a mesma coisa. Antes de mudar o nome eu até olhei alguns perfis, pois essa minha amiga também olhou e viu que várias pessoas também estavam usando o Ifood no nome", conta. 

Depois de ver que nenhum desconto havia sido ganho, ela tentou mudar o nome de volta. Porém, foi aí que se surpreendeu com a notícia que isso só poderia ser feito em dois meses. "Estou me sentindo péssima, usada para fazer propaganda de uma empresa sem remuneração. Tudo bem que eu uso os serviços dela, mas fazer propaganda de graça não dá", brinca a mulher. 

pegadinha ifood
Uma busca rápida no Facebook expões a infinidade de pessoas que caíram na brincadeira

Ifood confirma que "promoção" era falsa

Procurada pela reportagem, a assessoria de imprensa do Ifood confirmou, por meio de uma nota, que o conteúdo viral era falso. "Como procedimento padrão de segurança, a empresa realizou testes e confirmou que o método não funciona", diz o texto. 

Em seguida, a empresa reforça que suas promoções só são divulgadas pelos canais oficiais, como redes sociais, SMS e até pelo próprio aplicativo. "Elas são sempre acompanhadas por regulamentos com regra e condições claras de funcionamento", finaliza. 

Leia mais:
Receita Federal alerta para golpe com cartas falsas com o objetivo de roubar dados bancários
Mensagem de WhatsApp sobre evacuação em Honório Bicalho é falsa
Oferta de falsas promoções invade o WhatsApp
Mensagem no celular sobre saque de R$ 1.760,00 na Caixa é golpe, alerta banco