Minas Gerais, pelo segundo dia consecutivo, registrou mais de mil novos diagnósticos de Covid-19 em 24 horas, conforme boletim epidemiológico divulgado nesta quinta-feira (4).

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (SES), foram confirmados 13.034 casos da doença, sendo 1.024 a mais que os 12.010 divulgados ontem. Entre terça-feira (2) e quarta (3), o número chegou a 1.050.

Ainda segundo o balanço, o aumento do número de mortes repetiu o de ontem, que foi recorde. São 17 novos óbitos em 24 horas. Os números de hoje apontam que o coronavírus já matou 323 pessoas no Estado. Outros 176 óbitos estão em investigação.

A maioria dos infectados em Minas está em Belo Horizonte. A capital é o epicentro da pandemia no Estado, com 2.144 casos confirmados e 55 mortes. Na semana passada, a metrópole iniciou a primeira fase da flexibilização gradual do comércio. A medida será reavaliada na sexta-feira (5).

Além de BH, outros 305 municípios registraram mortes pelo novo coronavírus. O número de cidades afetadas pelas doença, com o registro de pelo menos um paciente, subiu para 470. De acordo com o levantamento da SES, 74% dos mortos no Estado tinham mais de 60 anos. Mas, dos infectados, 79% têm entre 20 e 59 anos. A média de idade dos casos confirmados é 42 anos.

Recuperação

O balanço de hoje também informa que 5.606 pacientes se recuperaram da doença desde o início da pandemia no Estado. No momento, 1.846 pacientes estão internados em unidades de saúde com a doença. A SES informou ainda acompanha 6.643 pessoas em isolamento domiciliar.

Leia mais:
Minas tem 11 presos diagnosticados com o novo coronavírus
Auxílio emergencial negado pode ser contestado pelo App da Caixa
Brasil tem 4,6 milhões de endividados sem capacidade de pagamento