Motoristas de vans que fazem o transporte clandestino de passageiros na Grande BH fizeram várias manifestações nesta quarta-feira (11). Os perueiros interditaram trechos das rodovias 040 e 381 e, depois, seguiram em passeata por diversas ruas da capital mineira.

O destino dos condutores era a Cidade Administrativa, sede do governo de Minas. Lá, eles queriam ser recebidos pelo governador Romeu Zema (Novo) ou por algum secretário para discutir a regulamentação do transporte alternativo.

De acordo com Abdiel Freitas, advogado e dono de van, aproximadamente mil pessoas, em 200 vans, participaram do ato. "Queremos uma regulamentação do transporte alternativo, que inclui também o fretamento e o transporte de universitários", contou.

Segundo Freitas, a categoria também quer o fim da aplicação de multa, fixada em R$ 1.600, para quem for flagrado fazendo o transporte ilegal. "O valor da multa quase que dobra em caso de reincidência, e achamos que é ilegal", pontuou o motorista.

Em Minas Gerais, o transporte fretado é regulamentado pelo decreto 44.035, criado para "garantir a segurança dos passageiros, a vistoria dos veículos em operação e a qualificação do motorista". Já o serviço de transporte público intermunicipal de passageiros é regulamentado pelo decreto 44.603, que concede a operação das linhas por meio de licitação.

Negociação

Procurado pela reportagem, a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra) informou que dialogou com representantes da Associação das Empresas de Fretamento e Turismo do Estado de Minas Gerais (AMIFRET), da Associação dos Motoristas Autônomos em Transportes de Passageiros (AMATRANS) e do Transporte Alternativo. 

"Não obstante, a Seinfra destaca a necessidade de se avaliarem os possíveis impactos decorrentes do atendimento aos pedidos, especialmente para a segurança e a satisfação dos usuários de transportes em todo o Estado de Minas Gerais", informou a pasta, por meio de nota.

Ainda no comunicado, a Seinfra disse que na última quinta-feira (5) já havia recebido membros da AMIFRET com o objetivo de tratar da regulamentação que dispõe sobre a autorização para a prestação do serviço fretado de transporte de passageiros. 

Trânsito

Os motoristas se concentram em dois pontos: na BR-040, altura do km 511, em Ribeirão das Neves; e na BR-381, em frente à Refinaria Gabriel Passos (Regap), em Betim. Após fecharem trechos das rodovias, os motoristas seguiram em carreta em direção à Cidade Administrativa.