Uma pesquisa feita pela plataforma francesa de caronas BlaBlaCar, que ouviu cerca de sete mil usuários do Brasil e outros sete países em 2018, apontou que 22% dos motoristas declaram reduzir a velocidade quando dividem a viagem com outras pessoas, um indicativo de que dar carona pode acabar prevenindo acidentes. 

O mesmo levantamento mostra ainda que 35% dos motoristas checam a calibragem dos pneus com mais frequência e tendem a ficar mais alertas quando transportam outros passageiros. Ainda conforme a companhia, também no ano passado, um levantamento feito pela Infosiga, entidade ligada ao Estado de São Paulo, apontou que 94% dos acidentes de trânsito, em estradas ou dentro das cidades, estão ligados à falta de atenção, sono e consumo de bebida alcoólica.

A pesquisa da BlaBlaCar, feita com o apoio do instituto Le Bipe, foi divulgada para a campanha do aplicativo para o Maio Amarelo, mês de conscientização da segurança no trânsito. Apoveitando a data, a companhia reuniu uma série de dicas para ajudar os motoristas brasileiros a terem uma direção mais tranquila. Confira:

Alerta ao volante

Quando se está fazendo uma viagem longa, o cansaço e o tédio podem acabar culminando na sonolência, sendo que algumas piscadelas ao mudar de faixa são suficientes para causar acidentes. Um outro levantamento feito pelo aplicativo de caronas aponta que 84% dos motoristas tendem a ficar mais alerta ao volante quando estão com outra pessoa no carro.

É o caso do motorista Lucas Madureira, de 33 anos, que usa a BlaBlaCar em busca de viagens mais seguras “Comecei a usar o aplicativo porque sinto muito sono na estrada e, quando tem alguém no carro, fico mais atento”. Dar uma carona, música alta, café ou até parar no acostamento e tirar uma soneca para despertar é válido para uma direção segura.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) o Brasil é o quarto país no ranking com mais mortes causadas no trânsito. Diante de um índice tão assustador, visando uma maior segurança para os passageiros do aplicativo, a BlaBlaCar criou uma funcionalidade que incentiva a direção segura. Ao fim do trajeto, o motorista é avaliado pela viagem e recebe uma nota sobre a sua postura no trânsito, podendo ser penalizado com suspensão no aplicativo caso receba mais de três avaliações negativas.

Cinto de segurança

Desde 1997 o uso do cinto de segurança é obrigatório no Brasil e quem não cumpre a norma comete uma infração grave que garante a perda de 5 pontos na habilitação. O dispositivo é de suma importância, impedindo que em caso de batida, o motorista se choque contra o pára-brisa, o volante ou até que seja lançado para fora do carro.

Além disso, o uso do cinto também é muito importante no assento traseiro, já que, em caso de acidente, o peso do passageiro irá multiplicar em até 15 vezes, podendo ferir e até matar o condutor ou sendo arremessado para fora do veículo. 

Manutenção preventiva

Outro ponto importante destacado pelo aplicativo de caronas é a revisão preventiva, já que problemas mecânicos também são grandes causadoras de acidentes. Além disso, a falta de manutenção preventiva pode aumentar o consumo de combustível em até 30%, causando também prejuízo para o motorista. 

De acordo com o Departamento Nacional de Trânsito (Detran) é necessário realizar a revisão a cada seis meses para evitar gastos extras e manter uma maior segurança.

Direção segura

Apesar de parecer óbvio, a falta de atenção e imprudência na sinalização são os maiores fatores que causam acidentes nas estradas. Conforme o Atlas da Acidentalidade no Transporte Brasileiro - centro de pesquisa desenvolvido pela Volvo para analisar o quadro de segurança no transporte - em 2018, 40% dos acidentes nas estradas foram causados pela desatenção à sinalização.

Já um outro estudo produzido pela BlaBlaCar em 2015 indicou que 75% dos condutores declaram uma direção mais segura quando estão com um passageiro no carro, logo, estar atento às placas, velocidade máxima, ultrapassagem proibida e até mesmo animais nas estradas podem prevenir colisões.

Leia mais:
De carona na folia, app de mobilidade só para elas lança reconhecimento facial
Caminhão desgovernado atinge muro de casa no Bonfim; veja as imagens
Homem que matou mulher após combinar carona pelo WhatsApp é condenado a 42 anos de prisão
Aplicativo BlaBlaCar estimula motorista e caroneiro a rachar despesas da viagem