A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quarta-feira (31), operação para combate à prática de emigração ilegal de brasileiros de Governador Valadares, na região do Vale do Rio Doce, para os Estados Unidos, via território mexicano . Duas pessoas foram presas preventivamente e quatro mandados judiciais de busca e apreensão foram cumpridos pelos agentes em Tarumirim e Sardoá. 

Além disso, foram apreendidos documentos diversos, aparelhos celulares, veículos e moedas de circulação nacional e estrangeira. De acordo com a PF, as investigações da operação 'Cai cai' tiveram início neste mês após o recebimento de informações enviadas pela adidância (representação de um órgão público em outro país) da Polícia Federal no México aos agentes em Governador Valadares. 

Os mandados foram expedidos pela Justiça Federal no município. Entre eles, três de busca e apreensão e um de prisão preventiva foram cumpridos em Tarumirim e um mandado de busca e apreensão e um de prisão preventiva foram cumpridos em Sardoá, ambos na mesma região de Governador Valadares.

Os investigados poderão responder pelos crimes de promoção de migração ilegal e associação criminosa, podendo cumprir até nove anos e meio de prisão, caso sejam condenados.

'Cai cai'

Segundo a PF, o nome da operação faz referência ao modus operandi dos envolvidos: cada adulto ingressava ilegalmente nos Estados Unidos acompanhado de criança ou adolescente, buscando evitar a deportação imediata.