A Polícia Federal realizou na manhã desta quinta-feira (16) a Operação "Fogo de Palha", que apura o uso de documentos falsos como comprovantes de endereço e declarações de residências para aquisição de armas de fogo.

Os documentos falsos seriam elaborados por um despachante da cidade de Iturama, no Triângulo Mineiro, e posteriormente entregues na Delegacia de Polícia Federal de Uberaba, na mesma região.

Foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão na cidade de Iturama e um mandado de busca e apreensão na cidade e Urânia, em São Paulo, além de buscas em residências de pessoas beneficiadas pela fraude e na casa e local de trabalho do despachante. O Objetivo da ação é localizar e apreender as armas de fogo obtidas de forma irregular e levantar mais provas sobre o esquema criminoso. 

O balanço da operação ainda não foi divulgado. 

Leia mais:
Despachante que 'retirava' armas ilegais de Confins é preso pela PF