Estão sendo cumpridos pela Polícia Federal (PF), um total de 27 mandados judiciais na manhã desta terça-feira (1º), em de Santo Antônio do Amparo, na região Centro-Oeste de Minas. A ação faz parte da operação Asclépia, que visa combater desvios de verbas públicas em um hospital da cidade. A entidade investigada é de natureza filantrópica vinculada ao Sistema Única de Saúde (SUS).

Dentre os mandados expedidos, sete são de prisão temporária, 12 de condução coercitiva e oito de busca e apreensão e compreende ainda, além de Santo Antônio do Amparo, as cidades de Perdões, Campo Belo, Divinópolis, Belo Horizonte e no Estado do Ceará.

O grupo criminoso é investigado pelos crimes de associação criminosa, estelionato, peculato desvio e lavagem de dinheiro. Os presos e conduzidos serão levados à Delegacia de Polícia Federal em Varginha para serem ouvidos e ficarão à disposição da Justiça.

O nome da operação é referência a templos que existiam na Grécia antiga, crendo os enfermos que poderiam ser curados se dormissem nos asclépion, ou asclépias.