A suspeita de irregularidades em campanhas eleitorais do PSL em Minas levou a Polícia Federal a cumprir sete mandados de busca e apreensão na manhã desta segunda-feira (29) em Belo Horizonte, Grande BH e interior do Estado. Os documentos foram expedidos pela 26ª Zona Eleitoral da capital. 

A ação - denominada "Sufrágio Ostentação" - apreendeu documentos relativos à produção de material gráfico de campanhas eleitorais em dois locais da capital. 

Também foram feitas duas apreensões em Contagem, uma em Lagoa Santa, ambos municípios da Região Metropolitana; além de uma em Coronel Fabriciano e outra em Ipatinga, cidades do Vale do Aço. 

De acordo com a PF, o objetivo da operação é esclarecer se houve irregularidades ou desvios de dinheiro de campanha em candidaturas de mulheres no PSL. 

A reportagem entrou em contato com o partido e aguarda retorno.

 

Aguarde mais informações.