Cinco pessoas foram presas e quatro carros, uma moto e uma arma foram apreendidos durante a Operação Nicotina, deflagrada pela Polícia Federal na manhã desta terça-feira (13), em combate à venda de cigarros contrabandeados em Belo Horizonte e nas cidades de Conselheiro Lafaiete e Desterro de Entre Rios, na região Central de Minas. 

De acordo com a PF, as investigações começaram em 2018 após repasse de informações vindas das polícias Civil e Militar. A Polícia Federal apurou que a organização tinha sede em Conselheiro Lafaiete e contava com fornecedores naquela região e na capital mineira já há alguns anos. Além disso, o trabalho ocorria de forma associada e muitos dos integrantes da quadrilha já haviam sido detidos em flagrante por esse crime outras vezes. 

A atuação da PF foi necessária devido o crime de contrabando ser de responsabilidade investigativa da União. O crime atinge, segundo a PF, múltiplos bens jurídicos tutelados, tais como a administração pública; a saúde pública; a economia; e o mercado de consumo. Foram apreendidos na ação cigarros, cheques, dinheiro, pistola, celular e uma motocicleta de luxo.

Os investigados serão indiciados pelos crimes de contrabando e associação criminosa, podendo cumprir até oito anos de prisão, caso sejam condenados.
 

moto

Moto de luxo apreendida durante ação