Um homem foi rendido e preso por um policial militar à paisana após uma tentativa de assalto a um bar, na noite dessa quinta-feira (17), na área rural de Ponto do Morro, em Montes Claros, no Norte de Minas. O comparsa, que o esperava em uma moto do lado de fora do estabelecimento, conseguiu fugir. Mais tarde, um grupo pertencente à mesma quadrilha foi baleado em uma troca de tiros. 

De acordo com informações da Polícia Militar, o jovem de 24 anos entrou no bar e anunciou o assalto. Ele exigiu carteiras e telefones e rendeu o comerciante, que foi obrigado a lhe passar R$ 300 que estavam no caixa. 

Nesse momento, o PM em horário de descanso anunciou que era policial e imobilizou o autor. O jovem foi preso enquanto seu colega, que estava no exterior da loja, abandonou a moto - fruto de roubo - e fugiu.

A polícia iniciou uma busca pelo motoqueiro na região, incluindo o uso de uma aeronave. Durante o cerco, próximo à MG-308, que liga Montes Claros à cidade de Juramento, um veículo Fiat Palio foi avistado em atitude suspeita. A PM já tinha informações de que era um automóvel roubado. Ao descer da viatura para abordar os passageiros do carro, os policiais foram alvo de tiros, sendo atingidos. Porém, não se feriram, pois, estavam com coletes. 

Os militares revidaram. Nesse instante, os homens abandonaram o veículo e fugiram em direção à mata. Segundo relatos de moradores do local, o grupo - ainda foragido - foi baleado.