Embora seja motivo de comemoração, especialmente para o setor hoteleiro e para o comércio, o maior Carnaval da história de Belo Horizonte, que deve reunir cerca de 4,6 milhões de pessoas, também desperta preocupação, principalmente em relação à segurança. 

Para garantir a proteção dos foliões, a Polícia Militar e a Guarda Municipal vão utilizar drones e um caminhão com uma câmera elevada capaz de captar imagens a até três quilômetros de distância. 

Duas delegacias móveis, uma na Praça da Estação, no Centro, e outra em frente à unidade de proteção às Mulheres, no Barro Preto, serão montadas para reforçar o atendimento aos foliões. 

A PM também dá dicas para que os foliões possam se proteger contra assaltos. Confira: 

- Dê preferência aos transportes públicos. Se sair de carro próprio, estacione em locais iluminados e movimentados. Não deixe objetivos à vista e não dê carona a desconhecidos;

- Não abuse da bebida alcóolica. Em caso de briga ou tumulto, afaste-se do local sem correria;

- Evite colevar o telefone celular, expondo-o, para não atrair a atenção de pessoas mal intencionadas;

- Evite levar altas quantias de dinheiro ou jóias. Dê preferência ao dinheiro de plástico (cartões bancários);

- Caso seja surpreendido por infratores, não reaja. Mantenha-se calmo;

- Procure memorizar as características dos suspeitos e repasse à PM 

Leia mais:

Assaltante é preso após furtar cinco celulares no desfile da Banda Mole

Público recorde na folia de BH vai exigir reforço na estrutura e segurança