A Polícia Militar (PM) prendeu um grupo suspeito de cometer latrocínio na Região Central de Minas, na madrugada deste sábado (23), na rodovia MG 238, zona rural de Maravilhas. Os três homens haviam roubado um casal de fazendeiros na última quinta-feira (20), no povoado de Fundão, em São José da Varginha. Durante o crime, o proprietário, de 60 anos, foi morto a facadas e sua esposa, de 54, foi executada a pauladas. O grupo ainda passou por cima do cadáver da mulher com uma caminhonete.

Foi apreendido ainda um adolescente de 15 anos que também participou da ação. Na parte da tarde, em Barbacena, a PM prendeu também a mulher de um dos autores do roubo, de 21 anos, que ajudou a planejar o crime e tentava fugir de ônibus. Os autores são jovens e têm 20, 23 e 25 anos. 

Segundo a mulher, o namorado e os outros dois homens planejavam o assalto com o objetivo de levar uma quantia em dinheiro que o proprietário da fazenda mantinha em um banco. A vítima foi obrigada a assinar folhas de cheque para o bando sacar o dinheiro, mas não houve sucesso no saque. Os criminosos também tinham a informação de que o fazendeiro guardava 10 mil reais em dinheiro, mas não conseguiram localizar a quantia. 

O homem de 25 anos confessou ter sido o autor das facadas que mataram o fazendeiro e o outro, de 20, assumiu ter matado a mulher a pauladas e passado por cima de seu corpo com uma caminhonete. O adolescente também mostrou à polícia onde havia escondido uma espingarda que foi roubada na fazenda durante o crime. 

A PM informa que as prisões foram efetuadas depois que a corporação recebeu uma denúncia anônima de que os criminosos haviam sido vistos caminhando pela rodovia, perto de Pequi. Eles foram detidos em uma mata, no caminho entre Maravilhas a Cachoeira da Prata.