A Polícia Militar prendeu 144 suspeitos com mandados de prisão em aberto por solicitarem ou receberem o benefício do auxílio emergencial do governo federal em Minas. Todos foram detidos na “Operação Desfalque”, realizada entre os dia 12 e 17 de junho.  

Entre os alvos da ação, 140 já possuiam registros de ocorrências. Desses, 117 têm algum registro criminal, sendo 82 por reiterados crimes violentos, como homicídio, roubo, extorsão, tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo, sequestro ou cárcere privado e estupro de vulnerável. Além disso, 11 deles possuem dez ou mais registros criminais.

Operação Desfalque

Além dos presos, também foram apreendidos diversos materiais ilícitos. Na casa de um dos suspeitos foram encontradas 251 buchas de maconha, 68 pedras de crack, meia barra de maconha, uma balança de precisão e material para embalar drogas.

A Operação Desfalque foi realizada em 19 regiões de Polícia Militar (RPM´s) no Estado e prossegue na tentativa de prender os demais alvos identificados.