O jogador Cazares, do Atlético Mineiro, pode responder por lesão corporal após se envolver em um caso de suposta agressão que teria ocorrido durante uma festa na casa do meia em um condomínio de Lagoa Santa, na Grande BH. 

Três amigos do jogador e duas mulheres passaram a segunda-feira (9) na delegacia de Vespasiano, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Eles foram ouvidos pelo delegado Marcelo Mandel, que disse, em entrevista coletiva no início da noite, que uma das mulheres também acusou o jogador de estupro. “Uma delas disse que foi estuprada. Um dos conduzidos, que seria o jogador, teria apalpado a sua vagina”, informou o delegado.

Segundo o delegado, as investigações estão em curso e ainda estão sendo colhidas novas informações para que ele possa liberar ou não o jogador. Ele também mandou recolher as imagens das câmeras de segurança do condomínio.

Ainda de acordo Mandel, a modelo, de 20 anos, e a empresária, de 24, também disseram que Cazares ofereceu R$ 10 mil para que elas não acionassem a polícia. 

O meia, os amigos e as mulheres passaram por exame de corpo de delito. Elas foram ouvidas e liberadas. 

Veja o momento em que elas deixaram a delegacia:

O delegado afirmou que as vítimas apresentavam algumas lesões leves e, agora, as investigações vão identificar a participação de cada um. “Elas efetivamente confirmam as agressões pelo jogador, alguns colegas e outras pessoas que ainda não foram identificados ou apresentados pela Polícia Militar, mas estavam na casa. Essas pessoas serão qualificadas e ouvidas a respeito dos fatos”, explica Mandel.

Conforme a Polícia Militar, as mulheres acionaram a corporação às 6h30 desta segunda-feira (9), informando que foram agredidas pelo jogador Juan Cazares. A suposta agressão teria acontecido durante uma festa na casa do jogador em condomínio fechado na Grande Belo Horizonte. 

Tudo teria começado depois que o meia desconfiou do comportamento das duas mulheres em razão de idas frequentes ao banheiro. Elas estariam cheirando 'loló', o que teria desagradado Cazares, que, com a ajuda dos colegas, teria expulsado as duas da festa, dando início ao tumulto. 

A assessoria do Atlético informou que vai aguardar a apuração dos fatos e o posicionamento do jogador.

Leia mais:
Cazares, do Atlético, é denunciado por suposta agressão a duas mulheres em festa na casa dele