Na segunda apreensão de drogas em abril, chega a 1,3 tonelada a quantidade de maconha em barras apreendida pela Polícia Militar em Caratinga, na região mineira do Vale do Rio Doce. A droga seria transportada para abastecer o mercado ilícito em Belo Horizonte.

Na manhã desta sexta-feira (26), dois irmãos belo-horizontinos, de 30 e 37 anos, e uma caratinguense, de 19, foram presos na cidade de cerca de 91 mil habitantes prestes a fazerem o frete de meia tonelada da droga, no bairro Esplanada, na estrada que liga Caratinga a Santa Luzia.

"Nosso serviço de inteligência acompanhava o caso e monitorou a entrega dos entorpecentes. Montamos uma operação de cerco com as equipes do Tático Móvel e do turno e conseguimos efetuar as prisões", relatou o Aspirante Lessa, da corporação local.

O cerco foi feito aos dois veículos envolvidos no crime. Em um Toyota Corolla, estavam um dos homens e uma jovem. No outro, um GM Meriva, seguiam os outros três homens com o porta-malas cheio com 250 quilos da maconha; o restante estava em um imóvel próximo à região.  

Troca de tiros

Ao notar o bloqueio, o motorista do Corolla acelerou e, em seguida, atirou contra a polícia, que revidou. O Meriva foi interceptado. Os homens, no entanto, não desistiram e tentaram fugir à pé, por um pasto próximo. 

A jovem não conseguiu ir longe e foi detida. A moça confirmou a identidade dos outros envolvidos. Segundo a PM, os dois fugitivos são alvo de diligências de localização.

Abril produtivo

Ainda segundo informações do aspirante Lessa, no dia 7 de abril, outros 800 quilos de maconha em barras já tinham sido apreendidos. Na ocasião, um indivíduo - também de Belo Horizonte - foi preso com as 537 barras. Dessa forma, a apreensão já ultrapassa 1,3 tonelada de droga que deixa de circular no tráfico.