A Polícia Militar de Meio Ambiente de Varginha, no Sul de Minas, apreendeu mais de 23 mil papelotes de cocaína em uma fazenda de Carmo da Cachoeira, na tarde desta quarta-feira (22).

Os militares chegaram ao local para verificar uma denúncia de caça e tráfico de animais silvestres. Durante a abordagem, um suspeito tentou enganar os policiais mentindo sobre o nome dele e foi solicitado que o homem apresentasse um documento de identificação. Ele entrou na casa para buscar a identidade e conseguiu fugir.

Já na porteira da fazenda, a PM constatou que havia um pássaro dentro de uma gaiola, assim como várias gaiolas vazias e um alçapão.

Durante buscas pelo local, os policiais localizaram um laboratório de refino de cocaína, além de vasto material para embalar a droga. A mulher do suspeito foi presa em flagrante. Três filhos do casal, de 3, 4 e 6 anos, que contaram as militares que os pais produziam sal na fazenda, também estavam no local.

Além dos entorpecentes, foram apreendidos uma uma pistola calibre 380, munição, quatro liquidificadores, três máquinas embaladoras, dois celulares e um caderno com anotações e a contabilidade do tráfico.