A Polícia Civil informou nesta terça-feira (9) que o assassinato de um idoso no mês passado, no bairro Tirol, na região do Barreiro, em Belo Horizonte, foi motivado por intolerância racial. A vítima, de 62 anos, foi agredida com uma faca e um bastão. 

Segundo a corporação, o suspeito preso, de 65 anos, é declaradamente racista e tinha desavenças constantes com a vítima. Além do homicídio qualificado pelo motivo torpe e pela impossibilidade de defesa do idoso, o autor irá responder também pelos crimes de racismo e injúria racial.

Segundo a Polícia Militar (PM), a briga ocorreu em 31 de maio, quando o idoso foi até a casa do suspeito, que era seu vizinho, e os dois começaram uma discussão. Ele então foi atingido por golpes de facadas e de um bastão.

O suspeito foi preso e confessou que os dois tinham uma rixa antiga. Durante a briga, ele se machucou no cotovelo e foi atendido em uma Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) e depois levado para a delegacia.

Na época, o irmão da vítima disse aos militares que a motivação do crime teria sido racismo. Após o ocorrido, populares depredaram o carro do suspeito.