A Polícia Civil deflagrou, na manhã desta terça-feira (5), a operação "Primum Officium", para levantar provas referentes a investigações de suspeitos de aplicar golpes do "falso emprego". Foram cumpridos 18 mandados de busca e apreensão em residências e estabelecimentos comerciais na capital e em outras cidades da Região Metropolitana de Belo Horizonte.

De acordo com a polícia, a partir de uma denúncia, foram identificadas empresas que estariam obtendo vantagem ilícita ao induzir em erro várias vítimas que buscavam pelo primeiro emprego. No total, investigadores apuraram o envolvimento de oito empresas e 17 pessoas, entre sócios e funcionários, no esquema.

Mais informações serão divulgadas à imprensa em uma coletiva no Departamento Estadual de Combate à Corrupção e à Fraudes, às 14h30. 

Leia mais:
Esposa de policial militar é encontrada morta dentro de casa; marido está desaparecido
Atingidos por tragédia em Mariana fazem protesto na MG-129