A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) identificou e prendeu um dos suspeitos de participar do latrocínio que vitimou  Benone Alves Carneiro, de 85 anos, dentro de sua própria residência, em Nova Lima, no dia 19 de janeiro. Filipe Henrique Gonçalves de Senna, de 23 anos, foi apresentado nesta terça-feira (7), mas já havia sido conduzido pela PCMG no dia 21 de fevereiro após elaboração de retrato falado e informações de que ele, além de integrar um grupo envolvido em roubos à residência, estaria com o veículo usado nos crimes.

Segundo a polícia, três indivíduos usaram um veículo clonado, modelo Citroen C4 Hatch, cor prata, para cometer dois crimes. O primeiro foi um roubo à residência em que renderam um adolescente e subtraíram pertences da vítima. Em seguida, os suspeitos se deslocaram para o Condomínio Ouro Velho Mansões, abordaram a funcionária da residência de Benone, proprietário do imóvel, que foi alvejado por um disparo de arma de fogo. A vítima morreu e nenhum objeto foi subtraído no local.

Agora, a PCMG prossegue com as investigações para tentar identificas os demais envolvidos. Quem tiver informações sobre o caso pode entrar em contato com a polícia pelo Disque Denúncia 180. A identidade de todos que utilizam o serviço é mantida em sigilo.