A Polícia Civil investiga o caso de uma mãe de 43 anos que enterrou o filho recém-nascido no quintal da própria casa, no bairro São Geraldo, em Divinópolis, na região Centro-Oeste de Minas. O caso corre em segredo de Justiça e a mulher, apesar ter ido à delegacia da cidade para confessar o crime, não foi presa por já ter passado o prazo de flagrante.
 
O bebê teria nascido no último sábado (23) na casa da família. Conforme o Boletim de Ocorrência da Polícia Militar, o filho mais velho da mulher encontrou o corpo enterrado e acionou os militares. Na quarta-feira (27), a própria mãe levou o cadáver do recém-nascido, enrolado em uma sacola, à delegacia.

A alegação dela foi que o filho morreu após o parto e ela quis sepultá-lo no quintal.
 
O corpo do bebê foi enviado para a necropsia e os exames irão dizer se a criança morreu após o parto ou se foi enterrado com vida. Uma perícia também foi realizada no quintal da casa. 
 
O caso é investigado pelo delegado José Luiz Tavares, da Delegacia de Homicídios e Crimes contra a Vida de Divinópolis.