A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) prendeu na última quarta-feira (14), um senhor de 58 anos, suspeito de matar a ex-nora no último dia 8. Ele confessou o crime e responderá por feminicídio.

O delegado Guilherme Catão, responsável pelas investigações, contou que o suspeito se entregou na delegacia. “No início da semana passada, a advogada dele fez contato e perguntou se ele poderia se apresentar. Na quarta-feira, o suspeito se apresentou e como já havíamos conseguido o mandado de prisão temporária, ele ficou detido”, afirmou.

Durante o depoimento, o suspeito contou que ele e a vítima moravam no mesmo lote, mas em casas separadas, e brigavam muito. Disse que, no dia, ela atirou uma pedra na janela da casa dele e irritado, ele desferiu duas pauladas nela: uma no braço e outra na cabeça. A segunda, causou a morte da vítima. Depois do crime, o suspeito ficou desaparecido por cerca de uma semana.

As investigações continuam para esclarecer os fatos. O inquérito deve ser concluído e remetido à Justiça nos próximos dias.

No vídeo abaixo, Polícia Civil explica como foi feita a prisão do suspeito:

 

Leia mais: 
Briga entre famílias termina com ex-nora assassinada a pauladas em Caeté