Três homens foram presos nesta quinta-feira (5), suspeitos de envolvimento no assassinato de um lavador de carros. O crime foi no dia 31 de outubro do ano passado, no bairro Jardim Alvorada, na região Noroeste de Belo Horizonte. A vítima, de 24 anos, foi perseguida, agredida e morta com seis tiros na cabeça.

As investigações apontaram que os suspeitos, de 20, 23 e 31 anos fazem parte de uma quadrilha de tráfico de drogas que agia próximo ao local onde a vítima foi executada. O líder do grupo, de 31 anos tem passagens na polícia por receptação de veículo roubado e roubo à mão armada. 

Os agentes trabalham com duas hipóteses para o crime. O convívio conturbado do jovem com a namorada, que chegou a registrar ocorrências por violência doméstica, ou um desentendimento dele com a quadrilha.

Para o delegado que coordena as investigações, César Matoso, por se tratar de um grupo conhecido na região pela violência, a prisão do trio vai trazer mais tranquilidade aos moradores. Ainda segundo Matoso, as apurações continuam para a conclusão das causas do assassinato.