A Polícia Civil vai instaurar inquérito para apurar as circunstâncias da morte de uma cuidadora de idosos, de 49 anos, na manhã desta quinta-feira (24), após uma cirurgia estética em uma clínica do bairro Funcionários, na região Centro-Sul de Belo Horizonte. O corpo dela foi levado para Instituto Médico-Legal (IML) da capital, onde será submetido a exames.

Segundo o boletim de ocorrência, a mãe da vítima contou que a filha passou por uma lipoaspiração com abdominoplastia em um centro cirúrgico que fica na rua Piauí, na quarta (23). Depois do procedimento, foi encaminhada para a sala de observação, onde estava consciente. 

Ainda conforme o relato da mãe, por volta das 22h30 a paciente começou a sentir fortes dores e foi medicada pela equipe de plantão. Mas, durante a madrugada, o estado de saúde dela piorou e a mulher foi levada já inconsciente para a sala de emergência. A morte da filha foi comunicada por um médico nesta manhã.

As polícias Civil e Militar estiveram no local para os primeiros levantamentos. Uma irmã da vítima teria contado aos agentes que o médico da clínica teria receitado para a cuidadora um medicamento para emagrecimento, que era aplicado na barriga, e que ela tinha pressão alta.

A reportagem do Hoje em Dia procurou a clínica, que disse que não vai se pronunciar sobre o caso.

Em nota, a Prefeitura de Belo Horizonte informou que o local possui alvará de funcionamento para a realização de procedimentos cirúrgicos.