A Polícia Civil desvendou o assassinato de um homem de 30 anos e prendeu quatro suspeitos. O crime aconteceu em 7 de abril deste ano, no bairro Lajedo, região de Venda Nova, em Belo Horizonte. Para ludibriar as investigações policiais, os autores chegaram a inventar que o homem morto estava tendo um caso com uma mulher casada. A intenção do boato era desviar o real motivo do homicídio.

Segundo o delegado Luciano Guimarães, do Departamento de Investigação de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o suposto marido traído foi chamado para prestar depoimento. "No entanto, essa informação não foi comprovada. Nós concluímos que o homem foi assassinado por uma organização criminosa que atua no tráfico de drogas no bairro Tupi", esclareceu o investigador.

Na terça-feira (2), os policiais cumpriram mandados de prisão e detiveram os quatro integrantes da quadrilha. Os suspeitos têm idades que variam de 23 a 37 anos. Dois não foram localizados e estão foragidos. Além disso, a polícia também cumpriu outros 11 mandados de busca e apreensão.