As polícias Civil e Militar descobriram um cárcere privado, na noite dessa quarta-feira (15), durante uma operação conjunta para conter o tráfico de drogas em Montalvânia, no Norte de Minas. 

Segundo as corporações, ao chegarem ao endereço onde estaria ocorrendo venda de entorpecentes, os agentes de segurança se depararam com gritos de socorro de uma mulher.

Os policiais entraram então na casa onde encontraram uma jovem de 21 anos trancada em um dos quartos. Ela tinha hematomas na face, nos olhos e nas pernas, indicativos de que havia sofrido agressões. A vítima contou que era namorada de um dos suspeitos e confirmou que era mantida em cárcere privado.

Dois suspeitos foram presos. Os jovens de 19 e 25 anos disseram que a droga encontrada na casa seria enviada à cidade de Cocos, na Bahia, mas que parte estava sendo comercializada em Montalvânia.

Foram apreendidos no local maconha, cocaína, vidros de lança-perfume e duas balanças de precisão. O material estava escondido em móveis e em uma bolsa, que estava em um compartimento no teto do banheiro.

Os dois suspeitos foram levados para o presídio de Manga.