A Polícia Federal em Minas Gerais realizou, na manhã dessa quarta-feira (2), ação de fiscalização no Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte. Quatro hangares que possuíam funcionários em condições irregulares tiveram infrações lavradas. O trabalho contou com a participação da pastor belga Malinois Pantera.

De acordo com a corporação, a operação dessa quarta é uma continuidade de outra abordagem sobre o credenciamento dos funcionários e colaboradores das empresas titulares de hangares do aeroporto feita em abril. Na ocasião, foram identificados 38 funcionários e colaboradores em 12 das empresas titulares de hangares, sem o devido credenciamento.

"Na fiscalização realizada na manhã de hoje, os números tiveram uma expressiva redução, tendo sido encontradas 7 pessoas de 4 empresas sem a devida identificação", informou, em nota. Para essas empresas, foi lavrado o Documento de Segurança da Aviação Civil (DSAC), com posterior comunicado à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Além disso, foi realizada uma reunião extraordinária com a Coordenação de Segurança Aeroportuária (CSA), onde foi acordado um prazo para regularização da situação do credenciamento de funcionários e colaboradores.

Leia mais:
Agências bancárias não abrem neste feriado
Unicef lança guia voltado para a educação infantil e a alfabetização
Mudanças de direção: pandemia altera perfil dos MEI; mais motoristas de app e menos de escolares