A Polícia Civil abriu inquérito para investigar a morte de um idoso de 72 anos que caiu de uma maca na UPA de Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). Jonas Amaro de Souza morreu na madrugada desse sábado (11). A apuração é para identificar se houve relação do óbito com a queda. 

Souza deu entrada na UPA Vargem das Flores, no bairro Nova Contagem, em 13 de novembro com um quadro de insuficiência renal aguda. Mas após a situação se agravar e ele sofrer um Acidente Vascular Cerebral Isquêmico, foi transferido para o Centro de Tratamento Intensivo (CTI) do Hospital Municipal de Contagem, conforme informou a Secretaria Municipal de Contagem, que nega que o agravamento do estado de saúde tenha relação com a queda da maca. 

Em entrevista à TV Globo, familiares de Jonas denunciam que foram impedidos de ver o corpo de Souza no hospital e que o laudo da morte aponta para traumatismo craniano, que teria acontecido por ele cair. Já a secretaria afirma que "os parentes não tiveram acesso ao corpo dentro do hospital porque a área onde ficam os corpos é restrita aos funcionários e pode haver risco de contaminação". 

Após a morte, o corpo foi encaminhado ao Instituto Médico-Legal (IML) para se identificar a causa do óbito. "A Secretaria de Saúde de Contagem reitera que o paciente recebia tratamento devido ao quadro de insuficiência renal aguda e AVC que evoluíram para uma infecção generalizada", conclui o órgão, que também informou ainda não ter tido acesso ao laudo do IML. 

Leia mais:

Médico preso por negar atendimento a idoso que morreu em Contagem consegue liberdade provisória