Um grupo criminoso especializado em furtar idosos foi desarticulado e preso pela Polícia Civil em Minas Gerais. As vítimas dos bandidos eram moradores de Belo Horizonte, da região metropolitana e de outras 20 cidades espalhadas pelo Estado.

Conforme as investigações, os integrantes da organização entravam nas casas das vítimas e, depois de conquistar a confiança delas, furtavam bolsas, dinheiro, joias, cartões e anotações. Eles ainda realizavam compras em estabelecimentos comerciais com os dados dos idosos.

A polícia acredita que eles agiam há quase uma década e, em menos de um ano, teriam furtado cerca de R$ 200 mil de diversos idosos. Apenas uma das vítimas, moradora de BH, teria sido lesada em R$ 60 mil. Uma outra, residente na Grande BH, teve R$ 10 mil roubados.