Um homem de 31 anos foi preso suspeito do crime de latrocínio que culminou na morte de um colombiano em Uberaba, no Triângulo Mineiro, durante uma festa tradicional na cidade no dia 1° de maio. O veículo utilizado no crime também foi apreendido. 

Para deter o homem, a Polícia Civil realizou a operação "Hora Cierta" em Taboão da Serra, no Estado de São Paulo, envolvendo equipes de Minas e de São Paulo, já que o suspeito estava na cidade paulista.  

De acordo com as investigações, no dia do crime, a vítima estava com a mulher, também colombiana, na festa, quando solicitaram um táxi para voltarem para o hotel onde estavam hospedados. 

Neste momento, eles foram abordados por dois homens em uma moto e um deles, o suspeito que foi preso nesta sexta, roubou o relógio Rolex da vítima e atirou na vítima, que morreu.   

A polícia conseguiu identificar o suspeito porque no mesmo dia do crime houve outro roubo de Rolex e as investigações deram conta de que eram os mesmos autores nas duas ocorrências. As investigações continuam para tentar localizar o segundo suspeito.    

Leia mais:

Suspeito de roubar e assassinar motoristas de aplicativos é preso em Contagem
Mortes no trânsito superam os registros de óbitos provocados pela bandidagem