Um homem que teria determinado um toque de recolher na Vila Pinho, no Barreiro, em Belo Horizonte, foi preso na madrugada desta sexta-feira (18) pela Polícia Civil. O suspeito, de acordo com a corporação, seria o chefe do tráfico de drogas da região.

Ele teria ordenado que os estabelecimentos do bairro fechassem as portas, na noite de quinta-feira (17), em luto pela morte do gerente da facção. O comparsa do traficante morreu em Ibirité, na Região Metropolitana de BH, após confronto com a Polícia Militar.

Depois do toque de recolher, os policiais civis fizeram uma operação na Vila Pinho e prenderam o chefe do tráfico e outros seis integrantes do grupo criminoso. Durante a ação, foram apreendidos celulares, veículos, porções de maconha, uma pistola calibre .40, dinheiro e documento falso.

De acordo com a Polícia Civil, as investigações apontam que os suspeitos têm envolvimento com crimes de homicídio, tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo e receptação. O grupo já preparava fuga para a cidade Itaúna, quando foi abordado.

Leia também:
Carreta bate em cinco veículos, pega fogo, deixa um morto e pelo menos nove feridos na BR-381
Mais três parques reabrem em BH neste fim de semana; saiba como fazer o agendamento
Honda lança linha 2021 do WR-V com nova versão e preços entre R$ 83 mil e R$ 94 mil