Um homem de 32 anos é procurado pela polícia em São Romão, no Norte de Minas, suspeito de assassinar a ex-namorada dentro da farmácia em que ela trabalhava. O crime ocorreu nessa segunda-feira (3). O rapaz não teria aceitado o fim do relacionamento.

De acordo com a Polícia Militar, Valéria Pereira Cardoso, de 28 anos, foi baleada na cabeça, na mão e no ombro. Testemunhas contaram que o suspeito continuou atirando mesmo com ela já estava caída no chão. Após a execução, o homem, que é funcionário da prefeitura, fugiu na ambulância em que ele é motorista.

Outras testemunhas ainda contaram aos militares que o suspeito já tinha ido ao local do crime em outras oportunidades, na tentativa de reatar o relacionamento. A vítima já tinha dito que era ameaçada, e pediu para não ficar mais sozinha na loja. Segundo a PM, o casal namorou por 12 anos.

A ambulância conduzida foi encontrada horas depois na MG-161, cerca de oito quilômetros após a saída da cidade. Dentro do veículo, foi encontrada a habilitação do suspeito, R$ 53 em dinheiro e uma porção de crack. 

Em nota, a prefeitura de São Romão informou que lamenta o ocorrido e que está prestando suporte à família da vítima. Ainda ressaltou que "o delito em questão pode ser praticado por qualquer homem, independentemente de ser ou não servidor público, não possuindo o município nenhuma responsabilidade no evento". 

A prefeitura disse que irá adotar as "medidas legais cabíveis ao funcionário". 

Leia mais:
Oito passageiros ficam feridos em acidente envolvendo ônibus e carreta na BR-040, em Esmeraldas
Minas tem 483 cidades sob alerta de chuvas intensas entre esta terça e quarta-feira; veja lista