Policiais militares e civis do Sul de Minas estão à procura de um homem de 40 anos, suspeito de matar a esposa com 13 facadas neste domingo (18), em Bandeira do Sul. O suspeito é comerciante e candidato a vereador no município e teria matado a mulher, uma funcionária pública de 33 anos, após uma discussão.

Segundo a Polícia Militar, a família passou o domingo em um sítio na zona rural, onde o desentendimento entre o casal teria tido início. Depois, a família voltou para casa, onde a briga teria se intensificado. Foi a filha do casal quem encontrou a mãe caída no quintal, com perfurações nas costas, no abdômen e nas pernas.

O marido, principal suspeito do crime, teria fugido a pé. Buscas por ele são feitas na cidade e em residências de familiares e amigos.

De acordo com a Polícia Civil, um inquérito foi instaurado para apurar as circunstâncias do crime. Policiais estiveram no local para a realização de perícia e de levantamentos iniciais.