Um tapeceiro de 61 anos foi indiciado por suspeita de matar e estuprar uma menina de apenas 13 anos, em Poços de Caldas, no Sul de Minas. O crime teria ocorrido no dia 31 de janeiro deste ano, quando a vítima foi vista pela última vez, de acordo com a Polícia Civil.

O suspeito está foragido e teria fugido em direção à cidade de São Paulo em um ônibus. Qualquer informação sobre o paradeiro dele, pode ser repassada pelo Disque Denúncia 181, além dos telefones 190 e 197.

De acordo com a Polícia Civil, corpo da garota foi encontrado dentro de um estabelecimento comercial, dois dias depois do desaparecimento ser reportado pela família. No local, também foi localizada uma carta que teria sido deixada pelo homem, mostrando a indignação dele ao verificar que a menina vinha tendo um relacionamento com outra pessoa. Essa postura do suspeito foi fundamental para que o crime pudesse ser enquadrado como feminicídio.

Além da carta, havia no local um pedaço de madeira e uma faca que podem ter sido usados no crime. A faca teria sido enfiada no pescoço da adolescente, de acordo com a investigação policial.

Os investigadores acreditam que o crime tenha sido premeditado, já que a carta teria sido escrita um dia antes do desaparecimento da adolescente e porque o suspeito procurou por um amigo para dizer que encerraria as atividades em seu estabelecimento comercial.

Leia mais:
Jovem é preso por suspeita de levar ex-namorada a galpão para estuprá-la