Foi localizado na manhã desta quinta-feira (9), em uma mata de difícil acesso do bairro Carreira Comprida, em Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, o corpo de uma mulher não identificada. A vítima estava amordaçada e não portava nenhum documento. 

A Polícia Militar (PM) foi acionada por volta das 9h na avenida Doutor Ângelo Teixeira da Costa, em uma área industrial da cidade. A mulher, que não teve uma idade aproximada divulgada, era morena e tinha cabelo crespo. Ela vestia calça jeans, blusa de frio branca e uma blusa rosa por baixo. Para ajudar na identificação, a corporação divulgou ainda que a vítima trazia uma tatuagem escrito "Taila" e com uma flor abaixo do seio esquerdo. 

Acionada, a perícia da Polícia Civil (PC) compareceu ao local de difícil acesso e fez os levantamentos iniciais. Foi constatado que a vítima estava com o rosto desfigurado, trazia uma amarra na boca e possuía ainda um furo próximo ao queixo, mas não foi possível precisar se era um ferimento por arma de fogo. 

Somente a autópsia poderá responder o que causou a morte da mulher. O corpo foi removido para o Instituto Médico-Legal (IML). O caso será investigado pela Delegacia de Homicídios de Santa Luzia.

A pessoa que tiver alguma informação sobre a identificação da vítima ou dos suspeitos do homicídio, poderão acionar a PC pelo Disque-Denúncia, 181.

Leia mais:
Suspeito de matar mulher e colocar corpo em geladeira é preso em João Monlevade
'Você está me traindo', diz homem antes de assassinar ex-companheira e se matar perto da filha
Após morte do caçula, morrem mãe e segundo filho baleados e queimados pelo ex na Pampulha