Policiais penais que trabalham na segurança do Presídio Antônio Dutra Ladeira, em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, tiveram de ser afastados por suspeita de terem contraído o novo coronavírus. De acordo com o Departamento Penitenciário de Minas Gerais (Depen-MG), um agente penitenciário tem diagnóstico positivo para Covid-19, mas outros colegas foram afastados por precaução, porque demonstraram ter sintomas da doença.

O Depen informou que os detentos da Dutra Ladeira não foram testados porque não há sintomáticos entre eles. A população carcerária está entre os públicos prioritários para a testagem, de acordo com a Secretaria de Estado de Saúde.

A Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) informou ainda que várias medidas foram tomadas para evitar a disseminação da Covid-19 no ambiente prisional do Estado, como a suspensão de visitas e a criação de unidades porta de entrada para que os presos recém-admitidos cumpram o período de quarentena.

Leia mais:
Minas realiza 176 testes para coronavírus a cada 100 mil habitantes
Aplicativo policial ajudará na identificação de carros roubados