Um soldado da Aeronáutica foi preso em flagrante após matar o namorado da ex-namorada. O crime aconteceu no domingo (8) e o suspeito foi detido na segunda-feira (9) pela Polícia Civil.

De acordo com as investigações, o crime foi motivado por ciúmes. A vítima foi morta na noite deste domingo (8), no Bairro São Genaro, em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

O soldado, que estava em uma moto, aguardou a vítima entrar no carro com a namorada para iniciar a perseguição ao casal. Após se deslocar poucos quarteirões, aproximou-se do veículo da vítima, sacou uma arma de fogo e disparou.

Testemunhas afirmam que o soldado não aceitava o fim do namoro, que durou cerca de cinco anos. O suspeito está preso em um quartel da Aeronáutica e foi autuado por homicídio duplamente qualificado, por motivo fútil e com recurso que dificultou ou impossibilitou a defesa da vítima.

O delegado Eduardo Hilbert já pediu a conversão da prisão de Rafael para preventiva, visando assegurar a garantia da ordem pública, a conveniência da instrução criminal e, sobretudo, a integridade física da ex-namorada do preso, que vinha sofrendo ameaças de morte.