Um casal de Monte Claros, no Norte de Minas, foi condenado a pagar R$ 21 mil, por danos morais, a dois homens por causa de comentários ofensivos feito pelo Facebook. Por meio de postagens e comentários na rede social, os condenados teriam acusado as vítimas de estelionato, organização criminosa e apropriação indébita.

Para o juiz da 4ª Vara Cível da Comarca, João Adilson Nunes Oliveira, o fato ocorrido é de caráter calunioso e difamatório. Ele determinou a exclusão das mensagens. A tutela que solicitava a exclusão das publicações foi concedida em caráter de urgência, segundo o Tribunal de Justiça de Minas Gerais.

A decisão é de primeira instância e é passível de recurso.