Após dois dias interditado, voltará a funcionar normalmente na noite desta terça-feira (9) o parque de diversões onde o mau funcionamento de um dos brinquedos aterrorizou frequentadores no último fim de semana em Sete Lagoas, na região Central de Minas Gerais. No equipamento conhecido como Kamikaze, a porta de segurança se abriu por diversas vezes quando as pessoas estavam de cabeça para baixo e a vários metros de altura, no último sábado (6). 

No vídeo é possível ver a porta da cabine, onde estavam várias pessoas, se abrindo no ar no Super Star Park, que está instalado no Centro do município. Do chão, quem assistia a tudo gritava desesperadamente avisando aos funcionários que a porta se abriu e pedindo para que a máquina fosse parada. Nas imagens que viralizaram nas redes sociais, o brinquedo continua funcionando normalmente, apesar do problema, por cerca de 20 segundos. 

Após o ocorrido, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente do município divulgou uma nota explicando que todas solicitações de alvarás são de responsabilidade da pasta, sendo que a liberação só acontece após análise de técnicos da secretaria e, também, com a concessão do auto de vistoria do Corpo de Bombeiros. "No caso em comento, todos os documentos foram emitidos, atestando a segurança de todos os brinquedos. Sendo assim, a Secretaria de Meio Ambiente procedeu com a autorização para o funcionamento do parque", completou. 

Entretanto, após receber a denúncia de frequentadores do Super Star Park, os técnicos da secretaria e agentes dos bombeiros estiveram no local e solicitaram novos laudos de segurança de todos os brinquedos. "Com o objetivo de manter a segurança e assegurar que todos os brinquedos estão adequados para uso, foi procedida a interdição do parque até a comprovação de novas vistorias e emissão dos respectivos laudos técnicos", completou. 

Bombeiros confirmam fim da interdição

A informação de que o parque estava com as documentações em dia também foi confirmada pelo Corpo de Bombeiros de Sete Lagoas. Porém, "devido a falha ocorrida e outra denúncia que envolveria também a montanha russa do parque, a equipe procedeu a interdição dos dois brinquedos citados até que fosse apresentado novo Laudo e nova Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) atestando a segurança de utilização dos mesmos". 

Ainda de acordo com a corporação, já nesta terça, o engenheiro e responsável técnico do Super Star Park, que fez os testes nos brinquedos em questão, teria sanado os eventuais problemas técnicos e um novo laudo e ART foram emitidos.

"Diante do exposto e da averiguação e apresentação da documentação técnica, foi procedida a desinterdição e o Parque segue apto ao funcionamento. Destaco que o Parque funcionava com AVCB válido e atendia a todos os critérios de segurança contra incêndio e pânico previstas para o caso, como por exemplo extintores, sinalização e saídas de emergência, dentre outros", conclui a nota dos bombeiros. 

O Hoje em Dia tentou contato com o Super Star Park, porém, ninguém atendeu às ligações. 

Leia mais:
Mulher e duas crianças ficam feridas em acidente com brinquedo de parque de diversões
Família será indenizada em R$ 15 mil após acidente com criança e idosa em parque de diversões
Jovem cai de brinquedo giratório em parque na Zona da Mata e sofre traumatismo craniano
Crianças são arremessadas de brinquedo em parque de diversão no Triângulo Mineiro