Praça da Liberdade ficará fechada até novembro para reforma; intervenções começam domingo

Bruno Inácio
binacio@hojeemdia.com.br
29/06/2018 às 15:49.
Atualizado em 10/11/2021 às 01:05
 (Lucas Prates/Hoje em Dia)

(Lucas Prates/Hoje em Dia)

A partir deste domingo (1º), a Praça da Liberdade, na região Centro-Sul de Belo Horizonte, será fechada totalmente ao público para reforma. Até novembro, serão feitas intervenções na vegetação, iluminação e nos monumentos da praça, que será revitalizada.

Os investimentos, em torno de R$ 5,2 milhões, serão feitos por meio de uma parceria entre a Prefeitura de BH, o Governo de Minas e a Vale. Demanda antiga dos usuários, a iluminação da praça, inclusive, já começou a ser alterada. Os novos postes devem trazer mais segurança também às ruas do entorno.

Segundo o Instituto Estadual de Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha-MG), o mobiliário e as instalações da praça serão revitalizados, com mudanças no Coreto, na estátua Ninfa e no piso da pista de caminhada. O projeto é do arquiteto Ricardo Lana, que participou da última reforma.

As obras começaram com as podas de árvores, no dia 14 de maio. Agora, serão colocados tapumes em volta da praça, com a proibição de estacionamento no entorno e de caminhadas. "Não haverá mudança no trânsito, que inclusive terá maior fluxo sem carros estacionados no entorno. E os prédios no entorno também serão alvo de mudança, o que vai trazer um ar novo em toda a praça", afirmou o vice-prefeito de BH, Paulo Lamac.

A última grande reforma da Praça da Liberdade aconteceu em 1991. O cronograma prevê que as obras terminem em novembro, quando o trânsito de pessoas no local será novamente liberado.

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por