Um grupo formado por representantes de prefeituras da Grande BH passa a se reunir toda semana para debater a Covid-19. Uma reunião na manhã desta segunda-feira (27), na capital, começou a discutir o atual cenário da doença nas cidades.

No encontro estavam presentes os prefeitos de BH, Betim, Contagem e Nova Lima. Infectologistas que integram o comitê de enfrentamento ao novo coronavírus na metrópole também participaram.

"Cada cidade tem suas peculiaridades, mas temos que caminhar no mesmo rumo", disse o chefe do Executivo de Belo Horizonte, Alexandre Kalil.

Prefeito de Betim, Vittorio Medioli disse que poderá novamente endurecer as quarentena caso os moradores da cidade não respeitem às normas de prevenção, como usar máscaras e evitar aglomerações. Lá, o comércio foi autorizado a abrir na última quarta-feira.

As reuniões devem ser realizadas com chefes do Executivo de outros municípios, informou o prefeito de Nova Lima, Vitor Penido, que também é presidente da Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Belo Horizonte (Granbel). Segundo ele, o comércio precisa abrir aos poucos. "Caso contrário, daqui a pouco não vamos ter condições nem de pagar o funcionalismo. O governo federal também não vai conseguir manter (financeiramente) as pessoas em casa por muito tempo", frisou.