A Prefeitura Municipal de Belo Horizonte (PBH) abriu licitação para a execução de serviços e obras de prevenção a enchentes em algumas regiões normalmente afetadas pela chuva. Os trabalhos se referem à recuperação estrutural das paredes e lajes de piso e teto das galerias do Córrego Acaba Mundo, córrego da Avenida Olinto Meirelles, Córrego da Serra (rua Trifania), Córrego do Zoológico e Córrego São José.

Nas obras estão previstas a limpeza das superfícies e das armaduras dos córregos, recuperação estrutural das galerias, tratamento de trincas e juntas de dilatação, além de pavimentação asfáltica. O prazo para finalização da recuperação de toda a área será de um ano e meio após a emissão da primeira Ordem de Serviço.

A escolha das empresas participantes acontece no dia 17 de dezembro, a partir de 9 horas. A licitação será dividida em dois lotes, um de R$57.955 e outro de R$ 63.621. A concorrência será por menor preço e pode ser por lote ou para os dois em conjunto.

No primeiro lote está compreendido obras do Córrego do Acaba Mundo e da avenida Olinto Meireles. No segundo, estão os córregos da Serra, do Zoológico e São José. O comunicado da abertura de licitação foi publicado no Diário Oficial do Município desta terça-feira (11).

As obras na extensão do Córrego do Acaba Mundo é de aproximadamente 3,4 mil metros. Ele se inicia no trecho próximo à interseção da rua Nova Era com rua Engenheiro Caetano Lopes, segue pela rua Professor Melo Cançado, atravessa a avenida Bandeirantes, continua pela avevida Uruguai até a avenida Nossa Senhora do Carmo. A partir dali, ainda segue até a avenida do Contorno, rua Professor Moraes, rua Tomé de Souza, rua Rio Grande do Norte até a avenida Afonso Pena, de onde ainda continua até encontrar a avenida Carandaí, seguindo pela área do Parque Municipal até a avenida dos Andradas, desaguando no ribeirão Arrudas.

O Córrego da avenida Olinto Meireles que será reestruturado, é de aproximadamente 259 metros e compreende os trechos paralelos à própria avenida, iniciando em área contígua à praça José de Almeida Neto e atravessando a avenida Waldir Soeiro Enrich. Termina na área do Clube da AES-BH. Está incluído também trecho próximo à interseção das ruas Caetano Pirri, dos Lavradores, passando pela V&M.

A restauração no Córrego da Serra, na rua Trifania, será de uma extensão aprocimada em três mil metros. Será iniciado na praça Cidade do Porto, seguindo pela rua Trifana até rua Itapemirim, passando por rua Henrique Passini, rua do Ouro, rua Deputado Viriato Mascarenhas, rua Dona Salvadora, rua Palmira, rua Dona Cecília, onde finalizará no início do quarteirão antes da rua Américo Scott.

Já o Córrego do Zoológico, na rua Pernambuco, as obras terão extensão em torno de 630 metros e devem começãr no trecho próximo à interseção da rua Gonçalves Dias e rua Pernambuco, seguindo até a avenida Afonso Pena por aproximadamente 60 metros e finalizando antes do encontro com rua Guajajaras.

E finalmente, no Córrego São José, no trecho iniciado dentro do pátio da empresa Takono, entre a BR-381 e a estrada dos Borges, as obras irão atravessar a rua dona Chiquinha e terminar dentro de local denominado Sítio do Pica Pau Amarelo. A extensão útil será em torno de de 645 metros.