A Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) enviou uma notificação solicitando a rescisão de contrato com a empresa que administra o Parque das Mangabeiras. De acordo com a assessoria de comunicação da Administração Municipal, o motivo seria descumprimento de cláusulas contrataias, que não foram especificadas em virtude do período de recesso do Carnaval. 

Ainda conforme a prefeitura, a empresa  Espaço Mangabeiras/Fazenda de Lazer Canto da Siriema LTDA foi notificada por carta e via e-mail sobre a vontade de término de contrato na última sexta-feira (24). 

Na terça-feira (21), a Secretaria Municipal Adjunta de Fiscalização expediu três autos de infração contra a empresa por exercer atividade não residencial sem o alvará de funcionamento ou com o licença vencida. 

Procurada pela reportagem para esclarecimentos, a  empresa  Espaço Mangabeiras/Fazenda de Lazer Canto da Siriema LTDA informou que só poderá se pronunciar sobre o caso na próxima quarta-feira, dia 1º.

Fechado

O Parque das Mangabeiras está fechado desde o último dia 23 por tempo indeterminado. O motivo seria que o local não poderia receber visitantes por ser um provavel foco de contágio da febre amarela. 

Eventos particulares que estavam programados para ocorrerem parque, como o Carnavália entre os dias 25 e 28 de fevereiro, foram cancelados após determinação da prefeitura. Os shows foram transferidos para a Serraria Souza Pinto, na região central da capital. 

Saiba mais

Prefeitura interdita Parque das Mangabeiras para evitar surto de febre amarela em BH

Prefeitura e MP suspendem eventos de Carnaval no Parque das Mangabeiras