Medidas de proteção, sexualidade segura e saúde mental em tempos de pandemia de Covid-19 são alguns dos temas da Semana Co-Vida, iniciada nesta terça-feira (14), em Belo Horizonte, e voltada para a população em situação de rua. O evento é realizado pela Prefeitura de BH.

De acordo com a Secretaria Municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania, a ação ocorrerá até sexta-feira (17) e será presencial, mas com limitação da quantidade de participantes para prevenção ao contágio pela doença.

O evento ocorre das 14h às 15h, no Centro de Referência para População em Situação de Rua - Centro Pop Leste, localizado na rua Conselheiro Rocha, 351, no bairro Floresta, na região Leste da cidade.

Programação

A programação começa na terça-feira com o tema "Pop Rua e a Pandemia de Coronavírus", uma roda de conversa para reforçar as medidas de prevenção e autocuidado para conter o contágio da Covid-19. A expectativa é atender 15 usuários por ação para evitar aglomerações. 

"As atividades realizadas na semana têm o objetivo de sensibilizar os usuários com trajetória de vida nas ruas que utilizam o Centro como espaço de convivência, higiene pessoal, lavagem de roupas e atendimento especializado, reforçando as orientações sobre os riscos e perigos à saúde causado pela Covid-19", explicou Regis Spíndola, diretor de Proteção Especial da pasta. 

Segundo o gestor, o evento contará com equipes capacitadas para orientar sobre os cuidados a serem tomados para evitar a transmissão do vírus e monitorar o surgimento de suspeitas ou confirmações de contaminação pelo coronavírus, visando ações de respostas rápidas e eficientes.
 
A Semana Co-Vida é desenvolvida em parceria com Secretaria Municipal de Saúde, Caritas Brasileira e o Serviço Especializado de Abordagem Social Leste, executado pela ADRA.

Saiba mais: 

14 de julho 
14h - Pop Rua e Pandemia ao Coronavírus. Roda de conversa para apresentação das medidas de proteção e sensibilização na importância da proteção durante o período de pandemia, focando nas vivências individuais e coletivas dos usuários;

15 de julho
14h - Sexualidade em Tempos de Pandemia. Reflexão que parte da diversidade de vivência sexual da população em situação de rua  para produzir informações do que é seguro ou não em tempos de Pandemia;

16 de julho
14h - Cuidando da Saúde Mental em Tempos de Pandemia. Orientação socioemocional para construções de superação em tempos de pandemia;

17 de julho
14h - Arte Oficina – Desmistificando o Coronavírus. Produção de material educativo sobre a Covid-19.