A Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) abriu licitação para contratar uma empresa especializada para fazer consultoria nas obras que estão em andamento na capital. A informação foi publicada no Diário Oficial do Município (DOM) desta sexta-feira (7) . Conforme a licitação, a empresa vencedora terá que avaliar se os projetos estruturais de infraestrutura, tais como arte especial (pontes, túneis e viadutos), contenções, bem como das edificações, estão em conformidade com os requisitos estabelecidos pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) NBR 6118/2014 e NBR 6122/2010.

O edital está à disposição dos interessados na Assessoria Jurídica da Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura (SMOBI), na avenida do Contorno, 5.454, no 1º andar, bairro dos Funcionários, região Centro-Sul da capital.

Guararapes

No última terça-feira (4), o ex-secretário de Obras de Belo Horizonte, José Lauro Nogueira Terror, e outras dez pessoas, entre servidores da prefeitura, engenheiros e empreiteiros viraram réus na Justiça como responsáveis pela queda do viaduto Batalha dos Guararapes. Com falhas graves no projeto e com menos aço do que o necessário, o elevado caiu em 2014, durante a Copa do Mundo realizada no Brasil. Duas pessoas morreram e outras 23 ficaram feridas.

Corroído

Em julho último, conforme o Hoje em Dia divulgou, a estrutura do viaduto Pedro Aguinaldo Fulgêncio, mais conhecido como “viaduto do Extra”, no bairro Floresta, região Leste da capital, que estava desgatada, começou a receber reforço no revestimento e nova concretagem. A recuperação dos pilares corroídos custará, ao todo, R$ 150 mil. A previsão é a de que os trabalhos sejam concluídos neste mês.

Porém, segundo especialistas do Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias de Engenharia (Ibape-MG), os reparos poderiam ter custado menos se a prefeitura realizasse manutenção preventiva e não apenas corretiva. Em 2014, a instituição já havia alertado sobre a deterioração das bases do elevado após estudo feito em seis viadutos de Belo Horizonte.