A diversificação econômica é uma das principais preocupações do prefeito de Mariana, Duarte Júnior. Ele se reuniu na manhã desta quinta-feira (19) com representantes do Senai para discutir possíveis cursos de qualificação profissional.

Segundo ele, por pelo menos seis meses a Samarco deve ficar com as atividades paralisadas, o que irá representar perdas de cerca de 6 milhões de arrecadação por mês. "A gente precisa muito dessa diversificação econômica", afirmou Júnior.

Ele informou ainda que irá abrir um novo distrito industrial e que irá doar terrenos para as empresas que gerarem mais empregos. Solicitações (intertítulo) em visita a Brasília, na quarta-feira), o prefeito solicitou a continuidade das buscas e revisão do código ambiental para alteração do valor máximo, fixado em R$ 50 milhões.

Além disso, o prefeito também pediu que uma lei defina a destinação dos recursos para a cidade. Na reunião, também foi definido que equipes da Defensoria Pública federal e estadual serão encaminhadas para a cidade, a fim de analisar os casos dos moradores.