O Presídio de Barão de Cocais, na região Central de Minas Gerais, precisou suspender as visitas neste fim de semana por causa de casos de tuberculose na unidade.

A medida, segundo a Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap) atendeu a uma determinação da Justiça após a identificação de três presos infectados com a doença. Ainda conforme a Seap, dois detentos deram entrada na unidade já infectados. 

De acordo com a direção do presídio, tão logo os presos apresentaram os sintomas, foram encaminhados para a rede pública de saúde e um deles permanece internado no Hospital Júlia Kubitschek, em Belo Horizonte. 

A Seap disse também que todos os detentos passarão por exames e os laudos serão encaminhados para à Justiça.