Dois jovens de 18 anos suspeitos de integrarem um grupo que teria sequestrado quatro pessoas foram presos em flagrante nesta quarta-feira (1º) pela Polícia Civil, em Sarzedo, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Os policiais chegaram até a dupla depois que um dos homens teve o celular assaltado, na noite de quarta-feira (30). Ele procurou conhecidos que seriam envolvidos no tráfico de drogas da região do bairro Cachoeira para recuperar o aparelho. Após reunir aproximadamente oito homens, eles saíram pelas ruas do bairro, armados, em busca dos supostos autores do roubo.

De acordo com a polícia, o grupo teria abordado quatro pessoas que estavam parados na via, acreditando serem eles os autores do roubo do telefone. Os quatro foram sequestrados e levados para um matagal da cidade, onde foram ameaçados com armas e depois levados para a casa de outro suspeito, cujas câmeras de monitoramento eletrônico teriam captado o momento do roubo do celular.

Na casa do suspeito, revelou a polícia, as vítimas foram novamente ameaçadas e obrigadas a assistirem imagens do assalto para comprovar se eles seriam mesmo os autores. Como não foram reconhecidos nas imagens, todos foram liberados. As vítimas, então, acionaram a Polícia Militar, que localizou e encaminhou os dois suspeitos para a Delegacia de Sarzedo.

Nesta manhã, o delegado Welington Faria fez o flagrante de ambos, que estão sendo presos por sequestro qualificado e cárcere privado. As penas previstas para os crimes, somadas, podem ser de dois a oito anos de prisão.